Homenageada | Autor(es): Joao Luiz Ponce Maia // Augusto Souza Silva | Categoria: Justiça e Cidadania | Cidade: Rio de Janeiro - RJ

Adotei Adolescentes: Talentos, Empreendedorismo e Inovação

Prática Homenageada

Autor(es): Joao Luiz Ponce Maia
Augusto Souza Silva

Categoria: Justiça e Cidadania

Estado: Rio de Janeiro - RJ

Link de Vídeo

https://www.youtube.com/watch?v=r9vQKqvZ9Jc&sns=em

Descrição resumida

Prática de capacitação de adolescentes de instituições de acolhimento (abrigos) no Rio de Janeiro e São Paulo, ambos na capital, de forma a transforma-los em jovens empreendedores de sucesso ( jovens visionários sociais). Tal prática foi desenvolvida para tais jovens (faixa etária entre 15 a 17 anos), que são considerados invisíveis e inadotáveis e que ao completarem 18 anos são desligados das suas instituições, com baixa qualificação profissional; e assim com reduzida probabilidade de serem inseridos no mercado de trabalho . A prática foi estruturada em 3 fases : 1- Preparar: que consiste na oferta de curso gratuito e customizado de empreendedorismo de forma a identificar perfil empreendedor dos jovens , 2- Criar: que consiste em desenvolver modelos de negócio nas áreas de interesse dos jovens e criar empresas para eles, quando completarem 18 anos, 3- Crescer : que consiste em assessorar os empreendimentos dos jovens, de forma que se tornem prósperos e bem sucedidos , e ainda que os jovens se tornem autônomos e 100 % proprietários das suas respectivas empresas.

Explique como sua prática contribui para o aperfeiçoamento da justiça.

A prática Adotei Adolescentes: Talentos, empreendedorismo e inovação contribui significativamente para dar visibilidade aos adolescentes de abrigos, que são pretendidos por apenas 1% dos pretendentes registrados no Cadastro Nacional da Adoção (CNA) . Além disso contribui para fortalecer laço familiar com pais , entre irmãos e demais familiares, pois eles terão oportunidade de participar dos novos empreendimentos, fato que será motivo de orgulho e de intensa emoção para eles e para toda a sociedade.

Desde quando sua prática está em funcionamento?

Data: julho/2016

Qual a principal inovação da sua prática?

Identificar competências (conhecimento, habilidade e atitude) oculta de jovens de abrigos na faixa entre 15 a 17 anos, motiva los a acreditarem no seu potencial, e convence-los a se tornarem jovens empreendedores de sucesso. Além disso o modelo de financiamento desenvolvido para os empreendimentos deles é seguro, transparente e atrativo tanto para os jovens assim como para os investidores, financiadores e doadores . A equipe Jovem Visionário Social asseguram acompanhamento (orientação profissional /mentoring) até 5 anos apos o início da fase Preparar e mobiliza todos os esforços para inserir estes novos empreendimentos em incubadoras de empresa e Coworking ( escritório compartilhado para jovens). Em suma estamos inovando na criação das empresas dos jovens visionários antes que eles completem 18 anos.

Explique como ocorreu o processo de implantação da prática.

Sou pretendente cadastrado no CNA e minha inspiração surgiu da paixão pelo tema da adoção e pela necessidade de desconstruir a cultura da "invisibilidade dos adolescentes nos abrigos" . Tal prática ocorreu a partir da seleção de jovens ( 15 a 17 anos) de abrigos no Rio de Janeiro ( zona norte) e São Paulo ( zona leste) e a realização de curso de empreendedorismo customizado para as áreas de interesse deles ( design, fotografia,moda, gastronomia, etc), seguindo a metodologia Adotei Adolescentes: talentos, empreendedorismo e inovação. As praticas tem como intenção projetar luz ( valor em competências) sobre tais jovens de forma que os mesmos sejam empoderados , líderes e protagonistas das suas próprias vidas, com crescimento de renda , inserção social , familiar e melhoria da qualidade de vida.

Quais os fatores de sucesso da prática?

A linguagem e forma de comunicação com os jovens através de aulas práticas em ambientes criativos e em áreas livres no Campus USP Leste, facilidade de uso da Plataforma Silabe ( facebook , you tube e mídias sociais)

Quais as difuldades encontradas?

Exposição dos jovens de abrigos, baixa qualidade do ensino nas escolas públicas onde estudam ( ensino fundamental predominantemente) e a ausência de referências familiares.

Descreva resumidamente as atuais etapas de funcionamento da prática.

1- Seleção dos jovens (Fase Preparar) Entrevistas e as dinâmicas de equipe revelaram jovens com perfil empreendedor, potencial criativo, perseverança, otimismo com mudanças, facilidade de comunicação, dentre outros. Ao final os jovens conseguiram entender o propósito do Projeto e o impacto que trazem nas suas vidas, sendo que o reflexo foi percebido pela alegria, desenvoltura e pelo entusiasmo demonstrados na forma de se expressarem . 2- Identificação das áreas de interesse em empreender A apresentação dos profissionais ( Incubadores de empresa e Coworking) influenciaram na escolha deles pelas áreas de interesse que pretendem empreender. O impacto gerado foi percebido pela criatividade na apresentação de ideias de solução de problemas. 3- Realização do Pitch ( Apresentação Sintética) Apresentação de práticas de oratória na apresentação, de ideias de forma clara e objetiva. Ao final do Pitch (apresentação sintética final) foi visível a evolução dos jovens, na postura, na movimentação, no tom da voz , e na forma de se expressarem diante do publico (convidados). 4- Desenvolvimento da Ideia O desenvolvimento de ideias foi estimulado através de praticas de Mapa de Valor e de Modelagem ( espaço criativos), no qual puderam criar propostas de soluções para temas de interesse (moda, gastronomia, design dentre outros). Dentre os produtos criados destacam-se logos, desenhos, objetos de arte, etc . Como reflexo da pratica destacam-se uma maior confiança nas pessoas, atitudes proativas, e otimismo que foram evidenciados, quando descrevem como lidam com as dificuldades de relacionamentos com familiares, nas rotinas com amigos na escola e nos abrigos.

Infraestrutura

1- Seleção dos jovens (Fase Preparar) Entrevistas e as dinâmicas de equipe revelaram jovens com perfil empreendedor, potencial criativo, perseverança, otimismo com mudanças, facilidade de comunicação, dentre outros. Ao final os jovens conseguiram entender o propósito do Projeto e o impacto que trazem nas suas vidas, sendo que o reflexo foi percebido pela alegria, desenvoltura e pelo entusiasmo demonstrados na forma de se expressarem . 2- Identificação das áreas de interesse em empreender A apresentação dos profissionais ( Incubadores de empresa e Coworking) influenciaram na escolha deles pelas áreas de interesse que pretendem empreender. O impacto gerado foi percebido pela criatividade na apresentação de ideias de solução de problemas. 3- Realização do Pitch ( Apresentação Sintética) Apresentação de práticas de oratória na apresentação, de ideias de forma clara e objetiva. Ao final do Pitch (apresentação sintética final) foi visível a evolução dos jovens, na postura, na movimentação, no tom da voz , e na forma de se expressarem diante do publico (convidados). 4- Desenvolvimento da Ideia O desenvolvimento de ideias foi estimulado através de praticas de Mapa de Valor e de Modelagem ( espaço criativos), no qual puderam criar propostas de soluções para temas de interesse (moda, gastronomia, design dentre outros). Dentre os produtos criados destacam-se logos, desenhos, objetos de arte, etc . Como reflexo da pratica destacam-se uma maior confiança nas pessoas, atitudes proativas, e otimismo que foram evidenciados, quando descrevem como lidam com as dificuldades de relacionamentos com familiares, nas rotinas com amigos na escola e nos abrigos.

Equipe

João Luiz Ponce Maia Helena Ponce Maia Augusto Souza Santos

Outros recursos

Disponibilidade e atuação da Equipe de orientadores da Incubadora nos empreendimentos em incubação (Startup Jovem Visionário Social), parceria com Agência USP de Inovação e a disponibilidade para participação de eventos de empreendedorismo e palestras , participação de eventos de empreendedorismo elaborados pela incubadora, espaço para apresentação de palestras pelos empreendedores e oportunidade também para os jovens de abrigos alunos do curso .

Parceria

1 Vara da Infância, da Juventude e do Idoso da capital Rio de Janeiro Vara da Infância e da Juventude de São Miguel em São Paulo

Equipamentos e sistemas

Micro computador , plataforma inovadora de Ensino e de Aprendizado da Silabe , material para práticas, com destaque para a modelagem para elaboração de espaços individualizados e criativos ( mini ateliê). Esta inovadora prática irá ser utilizada posteriormente pela equipe Jovem Visionário Social para projetar espaços de trabalho, tipo ateliê ( flexível e desmontável) para estes jovens, a serem construídos e utilizados tanto nos abrigos, quanto em universidades e coworking. Acreditamos que iremos mudar o conceito atual dos "abrigos " no pais transformando-os em Incubadoras Sociais.

Orçamento

Campanha de crowdfunding ( financiamento coletivo) pela Plataforma Benfeitoria com arrecadação de R$ 27.500 reais .

Parceiros Institucionais

Apoio