09/06/2017 - 16h28 Notícia

Comissão Julgadora da 14ª edição do Prêmio Innovare se reúne em Brasília.

O encontro aconteceu na última quarta-feira e reuniu grandes nomes desta edição.

Autor: AMB – Associação dos Magistrados Brasileiros

A AMB participou nessa quarta-feira (7), na sede do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, da primeira reunião da Comissão Julgadora do 14º Prêmio Innovare, do qual é parceira institucional. Representaram o presidente da AMB, Jayme de Oliveira, que faz parte do Conselho Superior do Instituto Innovare, o diretor-tesoureiro, Nicola Frascati, e a integrante da Secretaria de Prerrogativas Maria Rita Manzarra.

A mesa foi comandada pelos presidentes do Conselho Superior do Instituto Innovare, Carlos Ayres Britto, e do TST, Ives Gandra. Também participaram do encontro o diretor-presidente do Instituto Innovare, Sergio Renault; o ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso; o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Mauro Luiz Campbell; a ministra do STJ Nancy Andrigui; o ministro aposentado do STJ Gilson Dipp; o ministro do TST Lelio Bentes; e a advogada-geral da União, Grace Mendonça.

O prêmio

Criado em 2004, o Innovare tem por objetivo identificar e disseminar práticas no âmbito do Poder Judiciário, do Ministério Público, da Defensoria Pública e da Advocacia pública e privada que estejam contribuindo para o aprimoramento da Justiça. Além disto, pretende dar visibilidade às práticas de sucesso, contribuindo para uma mobilização nacional em favor da modernização da Justiça.

As inscrições permaneceram abertas de 06 de março a 15 de maio.

Neste ano, o tema das categorias Tribunal, Juiz, Ministério Público, Defensoria Pública, Advocacia e Justiça e Cidadania é livre, assim como na edição anterior. Além dessas categorias, a comissão julgadora premiará prática que represente esforços para o aprimoramento do sistema penitenciário.

Parceiros

Além da AMB, o prêmio tem parceria institucional da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp); Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep); Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe); Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR); Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra); e da Secretaria Nacional de Justiça e Cidadania. O apoio é do Grupo Globo.